Entidades da Umbanda

Entidades

Caros irmãos! É de muita importância que entendamos quem são as Entidades que assistem aos consulentes dentro dos Terreiros.

Percebo que nos dias atuais existe muita confusão sobre as funções e naturezas destes espíritos, em sua maioria, altamente esclarecidos.

Para começarmos é necessário que compreendamos que Entidade não é Orixá! Orixá é outra coisa. Orixá é a inspiração por trás das Entidades. Outra coisa importantíssima é o fato de que Orixás são seres Elementais, são potências naturais que “nunca tiveram carne e ossos”, portanto “nunca encarnaram”!

Orixás participaram da construção do mundo, suas energias estão nos elementos como água, fogo, terra, ar e o éter. elementos da natureza, seres perfeitos em suas construções e percepções. Não trazem em sua bagagem ancestral nossas fraquezas e defeitos.

São, como poderíamos dizer, os “Anjos da Guarda”, como aprendemos nas cartilhas católicas. Vejo em muitos Terreiros e em veículos de comunicação, em redes sociais, muita confusão associando de forma errônea Entidade e Orixá.

Há situações onde se dão obrigações de Orixá para Entidades, e em outras situações colocam os Orixás no mesmo patamar de Entidades. Está errado.

Entidades são espíritos em evolução, em aprimoramento. Entidades são espíritos que reencarnam em corpos físicos em busca de saldarem suas horas de culpa a fim de resgates encarnatórios passados.

Nós, como  conhecedores e praticantes dos Cultos Africanos denominamos a esta qualidade de espíritos como “EGUN”. Portanto todos nós seres humanos encarnados somos Eguns!

Com relação às Entidades, afirmamos que independente de sua linha de atuação, quer sejam Caboclos, Pretos Velhos, Erês e outras, todos são Eguns em busca de aprimoramento, são espíritos mais esclarecidos que incorporam em seus médiuns nos Terreiros com suas missões já estabelecidas.

Não são alto-suficientes, todos recebem orientações de Entidades ainda mais evoluídas, e toda esta “engrenagem” possui um Orixá que comanda todo este sistema.